Cronologia da Fuvest

Vestibular 1977 - 1º vestibular da Fuvest - participaram USP, Unicamp, Unesp e escolas do interior e foram realizadas três edições, uma em dezembro de 1976 e as outras em fevereiro e julho de 1977.

17 de abril de 2009 | 02h48

 

Inglês e francês eram as opções da prova de língua estrangeira

 

1ª fase - 120 questões de múltipla escolha com todas as disciplinas do ensino médio

 

2ª fase - redação e provas de comunicação e expressão, estudos sociais, língua estrangeira, química, biologia, física e matemática - 132 questões no total e 4 dias de provas

 

1978 - Adesão da Escola Paulista de Medicina

 

Alemão introduzido como língua estrangeira

 

1ª fase - 100 questões

 

2ª fase - 4 dias, com redação e sete provas (total de 140 questões)

 

1979 - prova de estudos sociais é dividida duas: história e geografia

 

1ª fase - prova passa a ter 96 questões (12 para cada prova)

 

2ª fase - 4 dias, com redação e sete provas (total de 156 questões)

 

1980 - Italiano introduzido como língua estrangeira

 

1ª fase - continua com 96 questões, mas prova de comunicação e expressão passa a ter o dobro de questões e língua estrangeira passa a ser só na 2ª fase

 

2ª fase - pela primeira vez tem nota mínima (quem zerar qualquer prova é eliminado e para a prova da área a nota mínima é de 3 pontos)

 

1981 - Unesp deixa de participar

 

1ª fase - estabelecido mínimo de 20% de acerto no total de questões; número de candidatos aprovados para a 2ª fase passa a ser de de 3 por vaga

 

1986 - Prova de língua estrangeira volta a ser só de inglês e francês

 

1987 - Unicamp deixa de participar

 

1ª fase - índice de acerto mínimo passa de 20% para 30% das questões

 

2ª fase - passa a ter 3 modelos de prova para as áreas de humanas, exatas e biológicas; acaba eliminação de quem zerar prova na 2ª fase

 

1988 - Adesão da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

 

2ª fase - criado sistema de peso 1 e 2; português passa a ter peso 2 (Gramática com valor de 1/3 e Literatura com valor de 2/3); provas de peso 1 com 8 questões e de peso 2 com 12 questões

 

1989 - Adesão da Escola de Administração de Empresas da FGV

 

1990 - UFSCAR começa a participar

 

1ª fase - redução de 96 para 80 questões

 

1991 - 1ª fase - redução de 80 para 72 questões

 

2ª fase - Redação passa a ser a única prova eliminatória; para todas as disciplinas foram oferecidos dois níveis de prova

 

1992 - 2ª fase - mudanças nos pesos das provas para determinadas carreiras

 

1994 - treineiros começam a fazer a prova

 

2ª fase - novo critério de convocação, levando em conta tanto a oferta quanto a demanda de vagas; redação deixa de ser eliminatória mas mantém caráter classificatório

 

1995 - novo formato de vestibular

 

1ª fase - em 2 dias, passando de 72 para 160 questões de múltipla escolha

 

2ª fase - passam a ser convocados os candidatos com nota igual ou superior à nota de corte, determinada pela relação candidato/vaga e do desempenho do conjunto de candidatos à carreira consolidada.

 

Prova de Língua Portuguesa com 10 questões e uma dissertação e no máximo três provas de outras disciplinas com 10 questões cada, de acordo com a área do curso escolhido.

 

Pontos da 2ª fase são somados aos da 1ª para fins de classificação

 

2000 - Resultado do Enem pode ser parcialmente utilizado na 1ª fase

 

2001 - exame de transferência para a USP passa a ser feito pela Fuvest

 

2003 - 1ª fase volta a ser realizada em um único dia - número de questões passa de 160 para 100

 

2006 - Criação do Programa de Inclusão Social na USP (Inclusp), com bônus para alunos de escolas públicas

 

2007 - 1ª fase passa a ter 90 questões

 

2008 - Criação do programa de Avaliação Seriada (Pasusp)

Tudo o que sabemos sobre:
fuvestvestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.