Cristovam põe em universidades dinheiro de alfabetização

O ministro da Educação, Cristovam Buarque, disse em Curitiba que, para o orçamento do próximo ano, foram transferidos para as universidades R$ 85 milhões do dinheiro que seria gasto na alfabetização de adultos. Essa foi uma resposta a universitários que, em documentos e gritos de ordem, pediram mais recursos para a instituição."Tiramos dos pobres analfabetos e jogamos nas universidades, com o compromisso dos reitores que as universidades seriam alfabetizadoras dos adultos", apelou, em evento realizado na segunda-feira. Segundo ele, o gesto foi "extremamente arriscado", mas reflete a confiança que ele deposita na universidade.Em Curitiba, Buarque anunciou a transformação do Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) em universidade, o que demandará mais recursos. "Conseguimos remanejar as verbas neste orçamento, que não vai ser muito", afirmou. "A nova universidade tem que olhar para o futuro."Depois de elogiar o documento reivindicatório apresentado pelos universitários, Buarque até sussurrou as palavras de ordem e bateu palmas com eles, quando foram instados pela direção do Diretório Central dos Estudantes a gritarem: "Ô, seu ministro/ não abro mão/ de verba pública para a educação".Aos estudantes, o ministro proferiu a aula inaugural do semestre, convocando-os a trabalhar para reinventar o Brasil. Ele apelou para que os universitários não percam a oportunidade de ajudar a escrever o novo País."É raro uma geração viver um momento revolucionário, com tantas chances de mudar o Brasil", acentuou. "Não participar seria uma irresponsabilidade com a biografia de cada um."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.