Cristovam nega que esteja de saída do Ministério

O ministro da Educação, Cristovam Buarque, negou hoje em entrevista coletiva que esteja saindo do cargo. "Eu estou me preparando para alfabetizar 20 milhões de pessoas. Quero deixar a marca do presidente como alfabetizador", afirmou o ministro. Questionado se ele poderia colaborar com o governo em outro cargo, Cristovam disse: "só se for como alfabetizador, mas vai ser como ministro". Cristovam Buarque evitou comentar suas declarações de ontem, quando conclamou os estudantes secundaristas para uma passeata com o objetivo de pressionar o Congresso Nacional para aumentar os recursos para a Educação no Orçamento da União. O ministro concedeu a entrevista hoje, depois do lançamento do carimbo dos Correios do Dia Internacional da Alfabetização, comemorado no último dia 8 de setembro pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). O carimbo tem a imagem do abolicionista Joaquim Nabuco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.