Cristovam faz "visita de cortesia" a Tarso

O ministro da Educação, Tarso Genro, e seu antecessor, o senador Cristovam Buarque (PT-DF), encontraram-se nesta quinta-feira pela primeira vez desde a troca de comando no Ministério da Educação (MEC). Cristovam fez uma "visita de cortesia" a Tarso, que se recupera de cirurgia para a retirada de tumor benigno na próstata.O relacionamento entre os dois vinha de mal a pior desde a substituição, em 27 de janeiro. Não bastasse a forma humilhante como Cristovam foi demitido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva - num telefonema, quando o então ministro estava em Portugal -, Tarso pediu à Controladoria-Geral da União que investigasse contratos assinados na gestão anterior.Além disso, o novo ministro abandonou projetos prioritários lançados por Cristovam, como o Escola Ideal, que previa investimentos maciços em educação em municípios pobres. Desde a posse de Tarso, os dois tinham conversado apenas por telefone.Cristovam disse que o reencontro foi positivo. "Sempre facilita a retomada do contato", afirmou o senador. Ele estava acompanhado do fotógrafo Sebastião Salgado e foi ao hotel onde Tarso mora em Brasília. A conversa durou cerca de uma hora.

Agencia Estado,

30 de abril de 2004 | 03h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.