Coronel da reserva da PM vai comandar Guarda Universitária da USP

Anúncio oficial será feito no sábado, depois da eleição para o DCE

Bruno Paes Manso, O Estado de S. Paulo

28 Março 2012 | 21h45

 O estilo-Polícia Militar de segurança pública vai assumir de vez o cotidiano da Cidade Universitária. O coronel Luiz de Castro Junior, recém-aposentado da Polícia Militar de São Paulo, instituição onde atuou como diretor de Polícia Comunitária e Direitos Humanos, vai chefiar a Guarda Universitária da USP.

O anúncio oficial vai ser feito no sábado, dois dias depois de encerrada as eleições para o DCE-USP. Na disputa eleitoral, quatro chapas são contrárias à permanência da PM no câmpus da universidade (Não Vou me Adaptar, Quem Vem com Tudo Não Cansa, Universidade em Movimento e 27 de Outubro), enquanto só uma (Reação) é a favor da permanência.

Com a indicação de Castro, além do patrulhamento de rotina feita pelos policiais militares nas dependências da Cidade Universitária, um coronel da reserva da PM passa a mandar também na Guarda Universitária, que tem um efetivo de 106 homens.

Em outubro do ano passado, estudantes da USP iniciaram protestos depois que a PM flagrou três alunos com maconha diante da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH-USP). Em protesto, um grupo de universitários invadiu a reitoria da USP. Eles foram retirados do local depois em uma operação da Tropa de Choque da PM.

Mais conteúdo sobre:
usp segurança eleições na USP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.