Conselheiros tomam posse e elegem presidente do CNE

O ex-reitor da Universidade Federal do Ceará Roberto Cláudio Frota Bezerra é o novo presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE). Ele foi eleito nesta terça-feira pelos novos membros do CNE, que acabaram de tomar posse, com 21 votos dos 23 conselheiros presentes (dois votos foram em branco).Bezerra já era membro do conselho e vinha presidindo a Câmara de Educação Superior. Ele assume o cargo que vinha sendo ocupado por Francisco Aparecido Cordão e seu mandato vai até 2006.Os novos conselheiros do CNE tomaram posse nesta terça-feira ouvindo do ministro Tarso Genro o convite a uma representação política mais intensa no ministério. "O Conselho vai ter um papelimportante de nos aconselhar e avaliar nossas propostas do sistema de avaliação do ensino superior, de reforma dos fundos educacionais e da universidade brasileira", disse o ministro, segundo a Agência Brasil.Segundo Bezerra, o CNE atuará na função de assessoria, "sem subserviência, mas com uma dimensão mais estratégica".O CNE é formado por duas câmaras autônomas, formadas por 12 membros cada uma. Os novos conselheiros da Câmara de Educação Básica são o ex-ministro da educação, Murílio Hingel; o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação (Undime), Adeum Hilário Sauer; o ex-secretário executivo doMinistério da Ciência e Tecnologia, Antônio César Russi Callegari; a ex-reitora da Universidade Católica do Goiás Clélia Brandão Alvarenga Craveiro; a professora da Faculdade de Educação da UFRGS Maria Beatriz Luce e o escritor Carlos Nejar.Na Câmara de Educação Superior estão os reitores Alex Bolonha Fiúza de Mello, da Universidade Federal do Pará, e Antônio Carlos CarusoRonca, da PUC/SP; o vice-reitor Milton Linhares, da Universidade Bandeirante de São Paulo (Uniban); a secretaria de Educaçãoda Bahia, Anaci Bispo Paim; a professora da USP Marilena Chauí e o professor da Universidade de Juiz de Fora Paulo Monteiro Vieira Braga Barone.

Agencia Estado,

04 de maio de 2004 | 16h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.