Congresso reúne trabalhadores da educação no Sul

Pelo menos 1,4 mil sindicalistas, delegados, observadores e convidados de 150 países vão se reunir em Porto Alegre, a partir desta quinta-feira, no 4.º Congresso Mundial da Internacional da Educação. O evento tem como principal objetivo debater como a educação pode contribuir para o progresso global.Segundo organizadores, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deverá ir à abertura, marcada para as 9h00, no Centro de Eventos da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs). O encontro vai até o dia 26.Os debates abordarão as características do ensino público, a melhoria nas condições de exercício da profissão e de programas de formação de trabalhadores do setor, as garantias necessárias para que meninas, povos indígenas e crianças com deficiências tenham acesso à educação.Diferentemente do Fórum Mundial da Educação, que também vai se realizar em Porto Alegre a partir do dia 28, o congresso não é aberto ao público. Participarão apenas convidados e delegados da Internacional da Educação (IE), organização sindical que representa 30 milhões de educadores em todo o mundo, segundo a Agência Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.