Confira oportunidades de estágio no exterior

Universitários e alunos de pós-graduação dispostos a tentar uma experiência internacional têm duas boas oportunidades no momento. A maior delas é o estágio da International Association for the Exchange of Students for Technical Experience (Iaeste), mas há também um programa de turismo, hotelaria e gastronomia na Nova Zelândia.A Iaeste é membro consultivo da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e tem mais de 360 vagas de estágio disponíveis para este ano. O programa é para quem tem entre 18 e 28 anos de idade e esteja matriculado em cursos de graduação ou pós-graduação.A Iaeste conta com mais de 90 países associados, mas as oportunidades para os brasileiros estão distribuídas em pouco menos da metade deles: 43. Há desde os tradicionais, como Espanha e Alemanha, até alguns menos comuns, como Bósnia e Croácia.Cadastro gratuitoAs áreas profissionais de maior interesse estão ligadas, principalmente, aos cursos de exatas, como os de Engenharia, Matemática, Química, Informática e Arquitetura. As oportunidades nas áreas de humanas ou biológicas são mais reduzidas, explica Fabiana Fernandes, supervisora de estágios da Central de Intercâmbio (CI), representante do programa no Brasil.Os interessados podem se cadastrar gratuitamente em uma das 40 agências da rede CI. Se o estudante encontrar uma vaga que se encaixe em seu perfil e ela estiver disponível, então será preciso arcar com a taxa de inscrição, no valor de R$ 60. Além disso, terá de pagar a taxa de intercâmbio, de US$ 290, e a taxa-garantia, cujo valor é de R$ 300, reembolsável no fim do programa.O processo seletivo e a remuneração variam de acordo com a vaga e o país. No entanto, a empresa contratante deve pagar o suficiente para que o profissional possa custear sua acomodação, refeição e transporte. O período de estágio começa em junho e pode durar de dois a seis meses. Mais informações pelo fone 11-3677-3600 ou pelo site www.ci.com.br.Nova ZelândiaEstudantes das áreas de turismo, hotelaria e gastronomia têm até 13 de março para se candidatar a estágios em hotéis, resorts e restaurantes da Nova Zelândia. São mais de 100 vagas para brasileiros, com salários que podem chegar a R$ 2.880 por mês. Não há limite de idade.É preciso preencher um formulário no site da Sem Destino, empresa que fará a contratação de pessoal. O endereço é www.semdestino.com.br. Terminado o prazo para inscrições, os selecionados farão entrevistas e testes.?É uma boa oportunidade de os estudantes adquirirem experiência em sua área?, diz o gerente-geral da Sem Destino, Henrique Riedhorst. Além de ter inglês fluente ? que deverá ser comprovado por algum tipo de certificado de curso ou de proficiência ?, os candidatos deverão estar cursando graduação ou pós-graduação em uma das três áreas.Taxa de R$ 3.770A remuneração média será equivalente a R$ 18 por hora. A jornada varia conforme o cargo, mas deverá ficar entre 25 e 40 horas por semana. Assim, o estudante poderá receber até R$ 720 por semana, ou R$ 2.880 por mês.Quem for aprovado na seleção terá de arcar com uma taxa de US$ 1.300 (cerca de R$ 3.770) referentes aos serviços da Sem Destino e às despesas com visto. Esse valor inclui também duas noites de acomodação na chegada do estudante à Nova Zelândia, segundo a empresa.Algumas empresas contratantes deverão oferecer moradia subsidiada aos brasileiros. A duração mínima do estágio será de seis meses, renováveis por mais seis.

Agencia Estado,

17 de fevereiro de 2004 | 11h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.