Concessão de bolsas pode considerar a origem do pesquisador

Os critérios para a concessão de bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) poderão levar em conta a origem do pesquisador. Como forma de facilitar o acesso a candidatos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, o Ministério da Ciência e Tecnologia estuda criar um sistema de pontuação distinto para quem estiver fora do eixo Rio-São Paulo. O ministro Roberto Amaral negou que o novo critério adotará o sistema de cotas: "Prefiro afirmar que queremos nacionalizar a concessão de bolsas, sem prejudicar a excelência", disse.Os detalhes desse novo sistema não foram acertados. Caberá ao novo presidente do CNPq, Erney Camargo, pôr em prática os novos programas, anunciados na segunda-feira. O número de bolsas de iniciação científica até a pós-graduação teve um aumento de 9%, o que representa a criação de 4.328 vagas. O ministério também criou três projetos, que representam 10.250 bolsas. Um deles contempla estudantes do ensino médio da rede pública.O ministério estima que novas bolsas comecem a ser disponibilizadas a partir de março. A criação de bolsas era uma das promessas de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O aumento dos valores pagos para bolsistas, no entanto, ainda não está definido. A previsão é de que o reajuste - que há sete anos não é concedido - seja feito somente no segundo semestre. O secretário-executivo do ministério, Wanderley de Souza, atribuiu a demora à necessidade de adotar um aumento simultâneo tanto para bolsas concedidas pelo CNPq quanto para as concedidas pela Capes e pelas fundações de amparo à pesquisa. Amaral afirmou que as novas bolsas serão custeadas por novas fontes de financiamento e pelo uso racional de recursos do orçamento. Entre as medidas estão a revisão de contratos, a dispensa de serviços feitos por empresas terceirizadas e o incentivo para que o setor privado tenha uma participação mais efetiva no financiamento de pesquisas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.