Comunidade do orkut incentivava a agressão

'Rodeio de gordas' dos jogos da Unesp era 'ensinado' e estimulado na internet

José Maria Tomazela e Cláudio Dias, Especial para O Estado de S. Paulo

28 Outubro 2010 | 10h48

Uma comunidade do site de relacionamentos Orkut chamada Rodeio da Gorda reúne 21 integrantes desde 27 de janeiro de 2006. O grupo se dedica a agarrar e montar em cima de garotas obesas em festas universitárias.

 

Na página, retirada da internet após a divulgação do caso, os estudantes explicam a “brincadeira que virou mania no Interunesp de Araraquara 2010".

 

O líder da comunidade, identificado como Tiago Kodic, ensina: “Quando você estiver numa balada/festa/baile com seus amigos e já tiver tomado algumas/várias, ache a mina mais gorda da balada, daí um de vocês chega nela por trás e coloca os braços em volta dela. Então sussurre no ouvido dela ‘você é a coisa mais gorda que eu já vi’ e vê quanto tempo você consegue segurara!”

 

Nas regras, os agressores estabelecem que “todo peão deve permanecer oito segundos segurando a gorda”. O tempo é reduzido para cinco segundos se ele “segurar com uma mão só”.

 

Um parágrafo fala sobre o corpo da vítima, que deve “bem grande”, e destaca a premiação a ser dada à “gorda bandida” – possível referência a um touro difícil de ser montado –, um sanduíche gigante. As “gordas bandidas”, explica a comunidade, são mais valiosas. “Quanto maior o número de coices despejados, mais pontos.” O internauta Daniel comenta: “Da primeira montaria eu me lembro como se fosse ontem, como eu era inexperiente e ela era uma bandida, eu fiquei apenas três segundos.” Outro, identificado como Goyano, anuncia o “World Chicks Championship Rodeo” para 2011. “Contamos com a presença de todos os bravos toureiros.” / J.M.T. e C.D.

Mais conteúdo sobre:
orkut rodeio gordas agressão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.