Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Comunicação cada vez mais é a alma do negócio

Administrador que sabe reconhecer armadilhas e oportunidades do mundo digital tem portas no mercado

Roberta Bencini, especial para o Estado

14 Setembro 2018 | 07h00

SÃO PAULO - Mais tecnologia não significa necessariamente mais comunicação. É preciso se preparar para dominar dados, cruzar informações e utilizar todo poder das redes sociais em ações calculadas. O mercado espera que o administrador tenha a capacidade de compreender que pessoas e interesses estão envolvidos na intrincada teia de informações e contextos digitais.

Ricardo Ferreira, coordenador do curso de Administração do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec), aponta que a cada dia novas informações e dados deixam mercados e empreendedores atentos. “As estratégias de comunicação mudam constantemente e novas redes se expandem. É preciso compreender a efemeridade da comunicação em determinados meios, a capacidade de engajamento, as fake news e muitos outros desafios da era digital”, afirma. 

Para exemplificar a importância de estar atualizado, Ferreira lembra do recente escândalo envolvendo Esla Musk. O CEO da Tesla publicou no Twitter a intenção de tornar privadas as ações de sua empresa produtora de motores e automóveis elétricos. “Quando poderíamos imaginar que um tuíte fosse capaz de agitar o mercado financeiro?” As ações da Tesla subiram e ajudaram o multimilionário a ficar mais rico. Na semana passada, o diretor financeiro causou impacto por outro meio. Em entrevista online para um programa, fumou maconha e provocou, dessa vez, a queda de cerca de 6% das ações. “Pensar e agir estrategicamente passa por dominar o poder de ação dos meios e ser hábil na interpretação de propósitos”, diz. 

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
É preciso compreender a efemeridade da comunicação em certos meios, as fake news e outros desafios.
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313
Ricardo Ferreira, coordenador do curso de Administração do Ibmec

Conhecimento

O Ibmec tem um curso envolvendo Comunicação, Internet e Jornalismo. À frente da disciplina está o apresentador Marcelo Tas, que vai ministrar o curso de extensão online Comunicação na Aceleração Digital. O objetivo, segundo a coordenação da faculdade, é reconhecer tendências, virtudes e efeitos colaterais da era digital. Nova turma tem começo previsto para 5 de novembro. O curso custa R$ 730 e segue até 5 de dezembro. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.