Computação brasileira é premiada em concurso

Dois trabalhos apresentados no Instituto de Matemática e Estatística (IME) da Universidade de São Paulo (USP) ganharam o primeiro e o terceiro prêmios no 13º Concurso Latino-Americano de Dissertações de Mestrado, na área de ciência da computação. O concurso é promovido anualmente pelo Centro Latino-Americano de Estudos em Informática (Clei), sediado no Chile, com o objetivo de reconhecer o trabalho de estudantes de mestrado de universidades na região. O vencedor foi Jesús Mena-Chalco, com a dissertação Identificação de regiões codificantes de proteínas mediante a transformada modificada de Morlet, na área de bioinformática. A pesquisa foi orientada por Roberto Marcondes Cesar Junior, professor do Departamento de Ciência da Computação do IME/USP. ?Foi uma grande surpresa. Apesar de ter nascido no Peru, minha formação acadêmica de pós-graduação está sendo realizada no Brasil. Por isso, ofereço o prêmio ao meu orientador e aos professores da USP. Sem a colaboração deles jamais teria conseguido concluir um trabalho desse porte?, disse Mena-Chalco. Mena-Chalco, que está fazendo o doutorado, lembra que a bioinformática tem ganhado importância devido ao auxílio oferecido às descobertas genômicas. ?Quando um novo organismo é seqüenciado, além de obter toda a informação do genoma, é fundamental a identificação dos genes e a determinação das regiões codificantes de proteínas?, disse. O terceiro lugar da competição ficou com Roberto Speicys Cardoso, autor da dissertação Adaptação dinâmica utilizando agentes móveis em computação ubíqua. O trabalho propõe uma arquitetura de software que fornece garantias de qualidade a aplicações em ambientes inteligentes. Um dos maiores desafios da área de pesquisa conhecida como computação ubíqua é desenvolver plataformas que gerenciem grandes quantidades de equipamentos em um mesmo local. Os dois alunos do IME viajarão a Santiago do Chile para receber o prêmio e apresentar seus trabalhos na 32ª Conferência Latino-Americana de Informática, que será realizada de 20 a 25 de agosto. Roberto Uribe Paredes, da Universidade de Magalhães, no Chile, ficou com o segundo lugar da competição.

Agencia Estado,

27 de julho de 2006 | 18h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Fuvest 2020: Veja os locais de prova da primeira fase do vestibular
  • Redações da Fuvest: Estadão Acervo levantou o temas de cada redação do exame desde 1977
  • Medicina na USP tem disputa de 129 candidatos por vaga; veja relação
  • Conheça práticas ilegais comuns na matrícula e nas mensalidades de escolas e faculdades
  • Primeira fase da Fuvest: ouça as dicas dos especialistas no podcast ‘Se Liga no Vestibular

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.