Divulgação
Divulgação

Comportamento de consumo será alvo de graduação da ESPM

Novo curso de Ciências Sociais e do Mercado vai incluir conhecimentos de pesquisa, gestão, mercado e psicologia

Paulo Saldaña, O Estado de S.Paulo

06 Abril 2015 | 02h01

SÃO PAULO - Entender o comportamento de consumo é o eixo principal da nova graduação da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). A tradicional instituição de Comunicação inicia no próximo semestre a primeira turma do novo curso chamado Ciências Sociais e do Consumo, formação que vai agregar os conhecimentos puros da ciência que dá nome ao curso com saberes de pesquisa, gestão, mercado e também de psicologia.

Essa será a oitava graduação da instituição. A proposta é formar um especialista em relações culturais, com embasamento sobre o funcionamento sobre as sociedades e o comportamento humano. O mercado cultural, de marketing e de planejamento comunicacional já demanda esse tipo de profissional e formações específicas só eram encontradas na pós-graduação, como é o caso da própria ESPM.

"Esse curso tenta preencher uma lacuna existente entre o especialista em comunicação, administração e o formado na análise sociocultural, o cientista cultural", explica o diretor geral de Graduação da escola em São Paulo, Luiz Fernando Dabul Garcia. "Estamos atrás de um perfil de aluno transformador."

A concepção da graduação foi coordenada pelo professor Mario Ernesto René Schweriner, que conta com uma trajetória profissional e acadêmica que inclui trabalhos de marketing em grandes multinacionais, estudos em psicologia, sexualidade e a dimensão espiritual das marcas. "Estamos abrindo uma porta fantástica para quem é inquieto e curioso."

René Schweriner lembra que essa não é uma graduação para o perfil típico de quem procura pela formação de ciências sociais em cursos como o da USP e PUC, por exemplo. "A exigência legal da grade será completamente atendida, mas a carga horária de pesquisa e psicologia será muito maior", diz ele. "Há uma necessidade de profissionais para mapear tendências, queremos formar quem possa trabalhar dinâmicas sociais."

O curso é organizado em três trilhas de pesquisa: Negócios Sociais, Educação e Cultura e Investigação de Comportamento/ Mercado. O aluno escolherá uma dessas linhas para criar o itinerário formativo, pelo esquema de disciplinas eletivas. Entre as dez opções estão disciplinas como Antropologia Digital, Bioética e Comunicação, Moda e Cultura.

Valor. O curso será lançado oficialmente no dia 7. A ESPM abre a primeira turma para 50 alunos. Enquanto a média de preço na instituição gira em torno de R$ 3,1 mil, essa graduação terá mensalidade de R$ 2,4 mil.

Mais conteúdo sobre:
ESPMEnsino superior

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.