Mackenzie
Mackenzie

Compliance digital verifica conformidade na área tecnológica

Políticas corporativas e controles internos voltados para esse ambiente são tratados em programa de pós

Alex Gomes e Ocimara Balmant, especiais para o Estadão

08 de abril de 2021 | 15h00

Além de um bom planejamento, manter a segurança dos dados depende de rigoroso cumprimento de regras, bem como da checagem de que todas as etapas seguiram o roteiro estipulado. Formar um profissional com esse repertório é a proposta da pós-graduação em Compliance Digital da Universidade Presbiteriana Mackenzie

“O compliance em sua forma clássica traz em seu bojo a base fundamental para as empresas entrarem em conformidade com os próprios regramentos e com as exigências da legislação em vigor. Já o curso de compliance digital amplia o espectro das estratégias de conformidade, por meio da utilização de modernas técnicas e metodologias aplicadas ao universo tecnológico das corporações”, compara Dirceu Matheus Junior, coordenador de Educação Continuada da Faculdade de Computação e Informática da Mackenzie.

O público-alvo são profissionais que desejam adotar um programa completo de privacidade em empresas e órgãos públicos, em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), além de normas internacionais como o Regulamento Geral de Proteção de Dados Europeu. “No universo digital, o entendimento das exigências legais, a avaliação da conformidade das ações e os cuidados com os crimes digitais são grandes desafios para muitas empresas. Temos disciplinas específicas para abordar essas questões”, diz o coordenador.

No programa, há temas como políticas corporativas e controles internos para o ambiente digital; investigação e provas digitais; e ferramentas de forense computacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.