Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

Saiba como fazer uma boa redação no Enem 2020

Confira dicas para sua dissertação argumentativa ser bem avaliada no Exame Nacional do Ensino Médio

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de janeiro de 2021 | 16h18

Estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o maior vestibular do País, enfrentam dúvidas sobre como se preparar para a prova de Redação. O Estadão elaborou dicas para o texto ser bem avaliado. A Redação do Enem deve seguir padrão de texto dissertativo-argumentativo com tema de ordem social, científica, cultural ou política. Neste ano, o exame será realizado nos dias 17 e 24 de janeiro e as avaliações de Linguagens e Ciências Humanas e a prova de Redação vão ser aplicadas no primeiro domingo.

Dicas para tirar nota mil na redação do Enem 

  • Preparar repertório de textos dissertativos-argumentativos;
  • Verificar redações nota mil comentadas pela banca que são publicadas no site do Inep (veja a cartilha deste ano);
  • Ter planejamento e organização nos estudos;
  • Investir em repertório sócio cultural
  • Ficar atento aos assuntos da atualidade (essa seleção de notícias pode te ajudar)
  • Treinar textos com base em propostas e com apoio de feedback;
  • Refazer as redações do Enem de outros anos;
  • Treinar a organização do texto (estrutura, opinião e fechamento);
  • Fazer ao menos dois simulados antes de realizar o Enem;
  • Treinar o tempo de prova;

Você pode zerar a redação se:

  • Fugir totalmente do tema;
  • Não seguir a estrutura dissertativo-argumentativa;
  • Copiar textos da prova ou do caderno de questões sem que haja pelo menos 8 linhas de produção própria;
  • Fizer uso de impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação, como números ou sinais gráficos fora do texto;
  • Escrever o texto predominantemente em língua estrangeira;
  • Deixar a folha de redação em branco, ainda que tenha escrito na folha de rascunho
  • Assinar ou colocar iniciais e apelido fora do local devidamente designado para a assinatura do participante
  • Escrever um texto ilegível, que impossibilite a leitura

Como é calculada a nota da Redação?

Os textos são avaliados, inicialmente, por dois examinadores, com base nas cinco competências de redação estabelecidas pela Matriz de Referência para redação. Cada um dos corretores atribui uma nota de zero a 200 para cada competência, compondo, por meio da soma das notas, uma pontuação que pode chegar a mil pontos.

Em seguida, calcula-se a nota final da redação do candidato com a média aritmética da pontuação dada pelos dois avaliadores. Vale ressaltar que, durante o processo de correção, um examinador não tem conhecimento da nota que foi atribuída pelo outro.

Se as notas atribuídas pelos corretores diferirem em mais de 100 pontos na nota total ou em mais de 80 na pontuação de qualquer uma das competências, considera-se que há uma discrepância entre as avaliações. Nesses casos, a redação é avaliada por um terceiro examinador, e a pontuação final será a média aritmética das duas notas totais mais próximas.

Contudo, se mesmo com uma terceira avaliação ainda houver discrepância na nota, o texto será avaliado por uma banca presencial composta de três professores. 

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Comentários

    Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.