Comissão começa a planejar os 70 anos da USP

A USP faz 70 anos em 2004. Para fechar as comemorações de aniversário da maior universidade brasileira uma comissão começou a se reunir hoje. O encontro teve como principalobjetivo começar a traçar diretrizes para as comemorações, que vão envolver diversas atividades nas unidades da Universidade de São Paulo da capital e do interior entre 25 de janeiro de 2004 e 25 de janeiro de 2005.O diretor-responsável do jornal O Estado de S. Paulo, Ruy Mesquita, integra a Comissão Superior ao lado do reitor, Adolpho José Melfi, do pró-reitor de Cultura e Extensão, AdilsonAvansi de Abreu, da presidente da Comissão Executiva, Maria Ruth Amaral de Sampaio, do jurista Miguel Reale, dos professoresAntonio Hélio Guerra Vieira, Antonio Candido e Ruy Laurenti.Também participam os diretores das quatro unidades mais antigas (Faculdade de Direito, Escola Politécnica, Faculdade de Medicina e Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas).O nascimento da USP está diretamente ligado à história do Estado. O diretor Juliode Mesquita Filho foi um dos principais responsáveis pela criação da universidade, em 1934. Durante a reunião de hoje, RuyMesquita lembrou que, com a iniciativa, os fundadores pretendiam tornar possível a formação de um núcleo dirigente mais bem preparado para lidar com os problemas do País, consolidando,assim, a democracia.Uma das diretrizes defendidas para as comemorações dos 70 anos é justamente mostrar como a USP tem contribuído para melhorar a sociedade brasileira. Também surgiu a idéia deproduzir uma revisão crítica dos princípios que servem de base à universidade.Várias unidades planejam ainda em promover seminários ou simpósios para celebrar o aniversário. Além disso, não vão faltar publicações comemorativas e reedições de livros sobre a história da USP.Entre as ações que devem ter início em breve está um concurso entre os alunos para escolher a logomarca dos 70 anos. A próxima reunião deve ocorrer em 20 dias.

Agencia Estado,

24 de abril de 2003 | 20h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.