PAULO LIEBERT/ESTADÃO
PAULO LIEBERT/ESTADÃO

Começa nesta terça prazo para inscrição de escolas privadas no Saeb

Avaliação é facultativa para unidades particulares e substitui, em parte, classificação das instituições pela nota no Enem

Lígia Formenti, O Estado de S.Paulo

26 Junho 2017 | 20h06

BRASÍLIA - Começa nesta terça-feira, 27, o prazo para que escolas privadas de ensino médio façam suas inscrições para o Sistema de Avaliação de Educação Básica (Saeb). A participação da avaliação é facultativa para escolas privadas e obrigatória para escolas públicas. No caso da rede privada, é necessário pagar uma taxa para adesão, que varia entre R$ 400 a R$ 4 mil, de acordo com o número de alunos matriculados.

O Saeb para escolas particulares em parte substitui a lista de classificação das instituições que até ano passado era divulgada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), de acordo com o desempenho dos alunos no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). Essa lista, usada pelos pais como um indicador para avaliar a qualidade de ensino das unidades, não será mais preparada.

O Inep passou a considerar a lista como um instrumento inapropriado para avaliar as unidades. A partir de agora, escolas interessadas em fazer o Saeb terão um Boletim da Escola que, na avaliação do Inep, seria “mais adequado parara a avaliação de sistemas de ensino e de escola”.

Todas as escolas que participarem do Saeb (públicas ou privadas) e que cumprirem determinados critérios terão seu Índice de Desenvolvimento da Educação Básica calculado. O prazo para escolas particulares fazerem a inscrição para o Saeb vai até 14 de julho.

 

Mais conteúdo sobre:
Inep Saeb

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.