Começa a última prova da 2.ª fase da Fuvest

Hoje o aluno terá de resolver 12 questões relacionadas à sua carreira; 'Estadão.edu' terá correção ao vivo do exame

Estadão.edu,

10 Janeiro 2012 | 13h16

SÃO PAULO - Começou às 13 horas a terceira e última prova da etapa discursiva do vestibular da Fuvest, que seleciona alunos para a USP e a Santa Casa. Como as questões de hoje são específicas para cada carreira, estudantes apostavam que este será o exame mais difícil da segunda fase.

 

O candidato ao curso de Engenharia Civil Lucas Santana, de 19 anos, previu os seguintes temas antes de entrar para fazer a prova na Anhanguera da Avenida Brigadeiro Luís Antônio: campo magnético e física moderna, na prova de física (“Vai ser mais difícil que ontem.”); pilhas, eletrólises e cálculo estequiométrico em química; e probabilidade, função modular e geometria analítica, em matemática.

 

A coordenação da Fuvest na Anhanguera autorizou a abertura dos portões mais cedo, às 12h17, por conta da chuva. Estudantes aguardavam a liberação da entrada havia pelo menos 30 minutos. A prova termina às 17 horas.

 

Hoje o candidato terá de responder a 12 questões de duas ou três disciplinas relacionadas ao curso em que ele se inscreveu. Quem presta para Medicina, por exemplo, vai resolver perguntas de física, química e biologia. Os interessados em uma vaga no curso de Engenharia Civil da USP São Carlos deverão enfrentar itens de matemática e física.

 

No entanto, alguns estudantes pareciam nem ter lido o manual do vestibular. “Não tenho ideia de quais são as minhas provas de hoje. Acho que vai ser  matemática”, contou Estevão Cristo Oliveira, de 17, candidato do curso de Marketing na USP Leste. Para a sorte dele, além de matemática cairão história e geografia em sua prova. O estudante está fazendo o exame nas Faculdades Integradas Rio Branco, na Lapa.

 

Correção

 

Professores do Cursinho da Poli vão fazer a correção comentada do exame às 18h45, no estúdio da TV Estadão. A transmissão poderá ser acompanhada no site do Estadão.edu (estadao.com.br/educacao). É possível mandar dúvidas e perguntas aos docentes pelo Twitter, usando a hashtag #EduFuvest, ou pelo Facebook (facebook.com/estadao.edu).

 

A segunda fase da Fuvest começou no domingo, com a prova de português e redação. Ontem, os candidatos fizeram 16 questões sobre todas as matérias do ensino médio, exceto português. Algumas delas eram interdisciplinares.

 

Estão em jogo 10.852 vagas em cursos da USP e 100 na Medicina da Santa Casa. Disputam as cadeiras 29.203 candidatos. Outros 2.300 estudantes, que ainda não concluíram o ensino médio, participam do processo como treineiros.

 

As provas estão sendo aplicadas em 42 pontos do Estado, dos quais 20 na Grande São Paulo. Os vestibulandos só podem deixar a sala de prova a partir das 15 horas.

 

A primeira chamada de aprovados será divulgada em 4 de fevereiro. As matrículas deverão ser feitas nos dias 8 e 9 de fevereiro. / CEDÊ SILVA e LORENA AMAZONAS

Mais conteúdo sobre:
Fuvest Vestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.