Começa a prova da primeira fase do vestibular da Fuvest

Mais de 138 mil candidatos disputam 10.707 vagas de acesso ao ensino da USP, Santa Casa e Barro Branco

Da Redação,

23 de novembro de 2008 | 13h01

A prova da primeira fase do vestibular Fuvest para 2009 começou às 13 horas deste domingo, 23, em São Paulo. Cerca de 138 mil candidatos disputam as vagas da Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina da Santa Casa e Academia do Barro Branco. A prova tem 90 questões de múltipla escolha, das quais até 10% terão abordagem interdisciplinar dentre o conjunto das disciplinas do Ensino Médio: Português, Matemática, História, Física, Geografia, Química, Biologia e Inglês. A duração máxima é de cinco horas.  Veja também:TV Estadão corrige a prova da Fuvest ao vivo no domingoFuvest encolhe e tem menor número de candidatos em 10 anos Planejamento é o segredo para ler obras obrigatórias Lista de relação candidatos-vaga da Fuvest Agenda dos vestibulares   Unicamp divulga locais de prova do vestibular 2009 Os portões foram abertos às 12h30. A estudante Caroline Duarte, de 18 anos, vai prestar o exame para o curso de História na Faculdade de Economia e Administração da USP (FEA-USP). Ela contou que veio de Curitiba com a família em busca de uma boa estrutura educacional e espaço no mercado. Junto com ela está a colega Rafaela Mauren, de 18 anos, que também irá prestar a prova para História. Rafaela afirmou que não dormiu de ansiedade e que, se passar, não irá sentir falta da família. Vanderlei Alves, professor de geografia em cursinho, é um dos candidatos para o curso de Pedagogia. Ao contrário dos jovens, ele disse que está tranqüilo por não ter a cobrança da família. Luciele Mendonça, corretora imóveis de 35 anos, é candidata de Direito e veio da Bahia há um ano com a filha, Aline Mendonça, que já é estudante de jornalismo da ECA. Ela declarou que já tentou entrar no curso outras vezes e agora quer fazer faculdade em São Paulo. Como acontece em todos os anos, alguns alunos ficaram do lado de fora dos portões. Ana Camila Ribeiro, de 19 anos, ia prestar a prova para o curso de Economia Ana Camila e a mãe. Foto: Antonio Milena/AE pela terceira vez, mas não conseguiu chegar a tempo por conta do trânsito. "Calma, filha, cinco minutos não vão atrasar sua vida", disse a mãe da estudante, Ana de Fátima Ribeiro, enquanto a filha chorava. Juliana Tiemi Kanae, outra candidata atrasada, errou o prédio.  Segunda Fase A lista com os candidatos aprovados para a segunda fase será divulgada no dia 15 de dezembro. Serão convocados três por vaga nessa etapa, incluindo o acréscimo de notas do Enem. A segunda fase será aplicada entre 6 e 10 de janeiro, em locais de prova a serem divulgados. Os exames começarão, novamente, às 13 horas.  Apesar de o exame deste ano registrar o menor número de candidatos da última década, a procura pelos cursos de Engenharia aumentou: o volume de inscrições cresceu em 9 das 12 carreiras para engenheiros. Segundo especialistas, a demanda por profissionais da área, impulsionada pelo crescimento econômico dos últimos anos, explica o interesse dos jovens Fuvest. No curso de Engenharia Civil da USP de São Carlos, por exemplo, o número de inscrições aumentou 84,32%. No ano passado, a concorrência era de 11 candidatos para cada vaga. Hoje, já são 20.  Na segunda fase serão quatro horas de duração máxima para a prova de português, e três para as demais. A prova de português será no dia 4 de janeiro, a de história ou química no dia 5, a de geografia ou biologia no dia 6, a de física no dia 7 e a de matemárica no dia 8. A lista de aprovados sai em 4 de fevereiro. Matéria atualizada às 13h37(Colaborou Aline Nunes, do Jornal da Tarde)

Tudo o que sabemos sobre:
Fuvest

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.