Cecília Bastos/USP Imagens
Cecília Bastos/USP Imagens

Com nova ação de internacionalização, USP busca atrair alunos estrangeiros

Universidade pretende selecionar 60 alunos gringos ainda este ano

DAVI LIRA, O Estado de S. Paulo

14 Julho 2013 | 23h33

Depois da criação de escritórios internacionais em Boston, Londres e Cingapura e do lançamento da segunda edição do programa de bolsas de intercâmbio no exterior para alunos de graduação, a Universidade de São Paulo (USP) quer agora atrair mais estudantes estrangeiros à instituição.

Com o Programa de Bolsas USP Internacional, a universidade pretende selecionar ainda este ano 60 alunos gringos que têm interesse em estudar no País.

Nesta primeira edição, serão priorizados estudantes de graduação provenientes da Europa, da América do Norte e da Ásia. Para tornar o programa atrativo, a USP vai  oferecer bolsas de R$ 1,2 mil por mês, além de auxílios para pagamento de despesas de deslocamento, de instalação no País e seguro-viagem.

"É importante oferecermos aos estudantes da USP oportunidades para o desenvolvimento deles no plano internacional. Uma das formas para tanto é estabelecer um ambiente de convivência com alunos de diversos países", afirmou, em portaria, o reitor da instituição João Grandino Rodas.

Para serem selecionados, uma das exigência é que os estudantes estrangeiros devem ter concluído metade da graduação iniciada no exterior. As seleção dos alunos de fora é conduzida pela Vice-Reitoria Executiva de Relações Internacionais da USP

Com programa, outros alunos estrangeiros se juntarão aos atuais intercambistas da USP

(Cecília Bastos/USP Imagens)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.