Com mudanças, prova passou a servir como vestibular

Criado para ser uma avaliação do aluno, exame foi transformado em seleção unificada das universidades federais

O Estado de S. Paulo

19 Julho 2010 | 00h08

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado em 1998 para avaliar o desempenho dos estudantes no fim do ensino médio. A intenção de que a prova se transformasse em uma forma de ingresso nas universidades públicas já existia. Na época, USP, Unicamp e Unesp adotaram o exame em seu vestibular.

 

Em 2004, com a criação do Programa Universidade para Todos (ProUni), que concede bolsas em faculdades particulares a alunos de baixa renda, o exame se tornou mais popular. Os candidatos passaram a ser selecionados pelas notas no Enem.

 

A partir de 2006, o Ministério da Educação decidiu divulgar os resultados por escola - até então cada aluno podia ter acesso à sua nota. A prova virou indicador de qualidade da rede privada, e também ferramenta de publicidade para muitos colégios.

 

A principal mudança, no entanto, veio no ano passado, quando o MEC reformulou o exame e o transformou em método de seleção unificada das universidades federais. A prova passou a ser aplicada em dois dias, com uma redação e 180 questões de linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas. O MEC adotou a Teoria da Resposta ao Item (TRI), que atribui pesos diferentes a cada questão, dependendo de seu grau de dificuldade. A TRI também detecta o aluno que acertou questões no chute - e permite que os resultados sejam comparados ano a ano.

 

São divulgadas duas médias para cada escola: uma com os resultados das provas objetivas e outra com os resultados das provas objetivas e da redação. Nesta cobertura, o Estado utilizou o segundo indicador, por ser mais completo, como referência para identificar os destaques na capital, no Estado e no País.

 

PERGUNTAS & RESPOSTAS

O desempenho dos estudantes

 

1. Para que serve o Enem?

O exame foi criado para medir a qualidade da educação básica, mas também funciona como vestibular e é essencial para o Prouni.

 

2.O Enem é obrigatório?

Não. A participação no exame é voluntária.

 

3. Quem pode se inscrever?

Egressos do ensino médio e aqueles que querem certificação dessa etapa de ensino.

Mais conteúdo sobre:
Educação Enem 2009

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.