Com alta concorrência, Unifesp abriga um dos cursos de Medicina mais renomados do País

Universidade também oferece graduações interdisciplinares, como a de Engenharia Biomédica, criada em 2011

Guilherme Soares Dias, especial para o Estado, Estadão.edu

17 Outubro 2014 | 23h00

As graduações oferecidas pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) atraem milhares de estudantes que acalentam o sonho de estudar em uma universidade pública de renome. Com concorrência na casa dos 100 alunos por vaga - uma das maiores do País -, o curso de Medicina, por exemplo, foi criado em 1933 e tem 98% dos professores com doutorado. “Há uma dedicação à pesquisa. Os professores estão envolvidos em cursos de pós-graduação e produzem conhecimento. É uma ótima porta de entrada para quem quer fazer doutorado”, afirma o coordenador de Medicina, Eduardo Medeiros. 

O curso tem um hospital-escola próprio, com ambiente interdisciplinar, que abriga, além dos acadêmicos de Medicina, os de Enfermagem e Fonoaudiologia. O diálogo entre disciplinas é a base de um curso novo da Unifesp, o de Engenharia Biomédica, criado em 2011. Antes, os alunos ingressam no bacharelado em Ciência e Tecnologia, de três anos, e depois podem optar por Engenharia Biomédica, de Materiais, da Computação, Ciência da Computação, Matemática Computacional ou Biotecnologia. “São mais dois anos em uma dessas grades específicas”, explica o coordenador de Engenharia Biomédica, Fabiano Paixão.

Dos alunos do curso, são exigidas habilidades nas áreas de exatas e biológicas para formá-los na gestão e manutenção de produtos hospitalares, além de diagnóstico.“Essa é uma das profissões que têm melhores perspectivas nos próximos anos”, garante Paixão.

Depoimento: Daniel Lima, estudante de Engenharia Química

“Entrei em 2013 e estou no 4º semestre de Engenharia Química, em Diadema. O curso é novo e está bem dentro do que queria. Os professores são jovens e dedicados a ajudar os alunos. A Unifesp oferece iniciação científica e bolsa para fazer monitoria. É um curso mais acadêmico e difícil. Minhas críticas são em relação à estrutura, pois, em Diadema, são quatro unidades em lugares distantes. Precisamos nos deslocar para ter aulas. Além da insegurança, só duas delas têm restaurante.”

Serviço:

1ª fase: 8/11/2014 e 9/11/2014 (Prova do Enem)

2ª fase:11/12/2014 e 12/12/2014 (Prova da Unifesp)

Vagas: 2.899 (estimativa)

Inscrições: até 24/10/2014

Resultado: 26/1/2015

Site: http://vestibular.unifesp.br/

Mais conteúdo sobre:
hora da provaUnifesp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.