Ciência, história e ética definem redação de uma Unicamp difícil

Muitos candidatos que fizeram a prova da Unicamp hoje consideraram-na muito difícil. Um dos maiores problemas para os estudantes foi a prova de redação, segundo informaram alguns deles à reportagem do Estado na Uniban, onde 1.648 vestibulandos fizeram a prova. As três opções para a redação deste ano foram, como de costume, voltadas para avaliar o grau de informação, raciocínio e reflexão dos candidatos. A dissertação pedia que o estudante refletisse sobre a palavra evolução, à luz de frase de Russel, segundo a qual, ?A mudança é indubitável, mas o progresso é uma questão controversa?. A narrativa pedia para o vestibulando se imaginar como cobaia de um genetisista. A carta deveria ser destinada ao diretor de um jornal, em resposta a artigo sobre a mudança do mundo depois do 11 de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.