Cesar Callegari deixa secretaria do MEC

Sociólogo cuidava da educação básica; secretária do Rio, Cláudia Costin deve assumir cargo

Estadão.edu,

16 Novembro 2012 | 20h42

O sociólogo Cesar Callegari não é mais o secretário da Educação Básica do Ministério da Educação (MEC). Ele alegou problemas pessoais, entre eles dificuldade em se adaptar a Brasília, para deixar o cargo que havia assumido em janeiro. O MEC ainda não oficializou a saída de Callegari e nem confirma sua sucessora, que deve ser a atual secretária municipal da Educação do Rio, Cláudia Costin.

 

Pelo Twitter, Costin insistiu que "não há nada decididido sobre isto". Ela está à frente da pasta no Rio desde 2008. Caso confirme a ida para o MEC, será a segunda vez que ela faz parte do governo federal. Ela foi ministra da Administração e Reforma do Estado durante o governo do presidente Fernando Henrique Cardoso.

 

A Secretaria de Educação Básica é a responsável pelo recém-anunciado Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. A pasta é responsável pelas políticas do ensino fundamental e médio, este último considerado como o grande desafio educacional para o País.

 

Callegari, que deixa o governo, foi membro do Conselho Nacional de Educação (CNE) e secretário municipal da Educação de Taboão da Serra, na Grande São Paulo. Ele chegou ao MEC assim que Aloizio Mercadante assumiu o ministério para o lugar da professora Maria do Pilar Lacerda.

Mais conteúdo sobre:
EducaçãoMEC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.