‘Cérebro fica mais ativado’, diz psicofisiologista

Veja entrevista com Marcello Danucalov

Marici Capitelli, Jornal da Tarde

29 Julho 2010 | 11h38

JORNAL DA TARDE

A palavra cruzada faz bem mesmo para o cérebro?

 

Toda a aprendizagem vai ter de passar sempre pelo cérebro porque ele é o nosso ‘computadorzinho’. Existem estudos que fazem a correlação entre o mal de Alzheimer em pessoas menos privilegiadas intelectualmente, ou seja, que não leem, que não têm acesso ao conhecimento.

 

Há provas concretas sobre o benefício das cruzadas?

 

Não existem estudos longitudinais para garantir que as palavras cruzadas são fantásticas para o cérebro. O que se pode dizer com certeza é que quem faz palavra cruzada está ativando circuitos cerebrais que estão associados à memória.

 

Isso vale para o vestibular?

 

Não dá para dizer que quem faz palavra cruzada vai ter uma performance melhor no vestibular.

 

Não há essa relação direta?

 

Não. E o meu medo é fazer uma relação tão simplificada.

Mais conteúdo sobre:
EnemVestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.