Cerca de 5 milhões voltam às aulas nas escolas paulistas

Cerca de 5 milhões de alunos das 5.411 escolas estaduais paulistas estão voltando às aulas nesta segunda-feira. Em 4 mil destes estabelecimentos, os alunos vão encontrar um visual melhor: esses colégios fizeram parte do projeto "Pinte na Escola Nestas Férias", lançado na semana passada pelo governo do Estado, que destinou uma verba de R$ 19 milhões para a compra de latas de tinta, rolos e lixas para que as escolas ganhassem pintura nova.Em alguns estabelecimentos, os alunos e seus pais também serão recebidos com faixas de boas-vindas, música e café da manhã. A idéia é fazer da volta às aulas uma grande confraternização.Para Ícaro Bittanti Cruz, de 8 anos, nem precisava tanto. Com saudade dos amigos da Escola Estadual Professor Benedito Estevão dos Santos, no Tatuapé, zona leste de São Paulo, ele diz que também sente falta dos estudos. "Estou sentindo falta principalmente das aulas de português, porque sou ´craque´ nessa matéria", garante ele, que neste ano vai cursar a 3.ª série do ensino fundamental.Volta à correriaPara a mãe de Ícaro, Kátia, a volta às aulas significa o reinício da correria. Mãe também de Lyene Larrisa, de 16 anos, e de Daniel, de 3, ela precisa ficar de olho no relógio para não perder o horário de entrada de Daniel, às 11h00, e de Ícaro, às 13h00 - Lyene é a única que vai sozinha."Faço artesanato em casa e preciso interromper o trabalho para levar os dois e para buscá-los depois, às 15 e às 18 horas", conta. "A vantagem é que, no período em que estão fora, consigo trabalhar com mais tranqüilidade."Para evitar maiores transtornos para pais e alunos, a Companhia de Engenharia e Tráfego (CET) dará seguimento à Operação Volta às Aulas, iniciada há uma semana, quando começou o ano letivo na maior parte das escolas particulares da cidade. Funcionários da CET estão acompanhando o retorno dos alunos em colégios localizados em ruas de trânsito mais intenso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.