Cerca de 10 mil professores fazem manifestação na Avenida Paulista

Categoria realiza assembleia para discutir continuidade da paralisação na rede estadual

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br

19 Março 2010 | 15h30

Cerca de 10 mil professores da rede estadual de ensino do Estado de São Paulo realizam uma manifestação na tarde desta sexta-feira, 19, no centro de São Paulo. A categoria, que está em greve desde o dia 8, realizará assembleia para decidir a continuidade da paralisação.

 

Veja também:

linkJustiça nega pedido para impedir passeata de professores na Paulista 

linkProtesto de professor é 'trololó', diz Serra; Justiça autoriza ato  

linkSerra nega ter evitado enfrentar protesto de professores

 

Segundo a Companhia de Engenharia de tráfego (CET), o grupo bloqueia totalmente a Avenida Paulista, no sentido Consolação, no vão livre do Masp. Os motoristas devem evitar a região.

 

Reivindicações

 

A categoria entrou em greve por tempo indeterminado para reivindicar 34,3% de reajuste salarial, incorporação de todas as gratificações, extensiva aos aposentados, e fim do programa de promoção por mérito, que instituiu uma prova para dar aumentos anuais apenas para os 20% mais bem classificados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.