Centrais sindicais e uniões estudantis declaram apoio ao MEC

As centrais sindicais, a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) declararam nesta sexta-feira apoio conjunto às políticas educacionais do governo Lula. Em encontro em São Paulo com o ministro da Educação, Tarso Genro, disseram concordar com a reserva de vagas para estudantes de escolas públicas, negros e índios nas instituições particulares e nas universidades federais, propostas do Ministério da Educação.

Agencia Estado,

09 de julho de 2004 | 23h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.