Censo Escolar registra 529 mil matrículas a menos em 2006

O Censo Escolar de 2006, divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), registrou uma diminuição de 0,9% no número de estudantes matriculados na educação básica no País, em relação a 2005, ou 529.740 alunos a menos. A educação básica inclui educação infantil, a educação fundamental e o ensino médio.Mas o comportamento das matrículas é desigual nas etapas e modalidades de ensino. Há um crescimento na oferta de vagas em creches (1%) e em educação profissional (5,3%). Nessa modalidade, foram abertas 37.427 vagas, 68% das quais na Região Nordeste. As matrículas referem-se a vagas oferecidas, principalmente, pelas administrações municipais (44,8%) e estaduais (41,7%). As vagas no ensino fundamental caíram 2,7% na região Nordeste (302.121 vagas a menos) e 0,3% na região Centro-Oeste. Em relação ao ensino médio, houve queda de 4,5% de oferta de vagas na região Sudeste e de 0,6% na região Sul. Houve crescimento de 2,2% na região Norte, de 0,9% na região Nordeste e de 2,1% na região Centro-Oeste.De acordo com o MEC, as mudanças verificadas na educação básica estão ligadas a uma reorganização do sistema no Brasil, como a proposta de organização do ensino fundamental em nove anos.A iniciativa teria provocado a transferência de matrículas das crianças de seis anos que iriam se matricular na educação pré-escolar, mas, com a nova regra, entraram diretamente no ensino fundamental.

Agencia Estado,

07 de fevereiro de 2007 | 14h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.