Cardápio deve ter pelo menos três "verdes" por semana

Cadê as verduras e os legumes? É o que pergunta a nutricionista Claudia ao analisar a dieta de Olavo Viana Cabral Netto, de 17 anos. O vestibulando, que concorre a uma vaga em Engenharia de Produção, estuda o dia inteiro e acaba descuidando um pouco da alimentação. ?Não gosto de salada?, diz. Segundo a nutricionista, ?é preciso incluir com urgência folhas e hortaliças nas refeições pelo menos três vezes por semana? para melhorar o consumo de vitamina A, por exemplo. O dia de Olavo começa cedo, por volta das 6 horas, quando acorda para ir à escola. Ele cursa o último ano do ensino médio. No café da manhã, come pão, queijo, presunto e bebe um copo de leite. Às 10 é a hora do recreio e também a das bolachas ou do pão de queijo. Claudia pede que, nos lanches, ele procure ter sempre sucos e sanduíches ou frutas e iogurte. O almoço é reforçado. ?Como umas 400 gramas no restaurante a quilo?, conta Olavo. Massa, carne, arroz, feijão e, às quartas-feiras, feijoada. Do almoço, ele segue para o cursinho. ?Tomo água o dia todo?, diz Olavo. O hábito é elogiado por Claudia, completando que seu consumo de alimentos, com relação ao peso e altura, está normal. Mas, ela reprova a comilança de bolachinhas de todo tipo durante a tarde. ?Cada um compra uma bolacha diferente e todo mundo come, até durante a aula?, conta Olavo. ?Prefira vitaminas de frutas?, sugere Claudia. Depois do dia todo de estudos, o vestibulando se alimenta com um sanduíche de queijo e presunto e segue para a academia. Na volta, costuma tomar um copo de leite com granola e uma laranja. A nutricionista aprova. ?Ele está garantindo a ingestão de vitamina C.? Fica faltando só a saladinha.

Agencia Estado,

08 de novembro de 2002 | 16h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.