Capes faz inscrição para intercâmbio França-América do Sul

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) mantém inscrições abertas até o dia 31 para o Programa de Cooperação França-América do Sul (Stic-AmSud). O programa destina-se à participação de pesquisadores brasileiros dispostos a tomar parte no estímulo e na formação de redes de pesquisa e desenvolvimento, na área de ciências e tecnologias da informação e da comunicação.O Stic-AmSud pretende desenvolver instrumentos que facilitem o intercâmbio de estudantes, professores e pesquisadores e compartilhar resultados de pesquisas. Além disso, selecionará e financiará projetos conjuntos de pesquisa, com potencial de inovação e de transferência tecnológica que envolvam a França e, pelo menos, dois países sul-americanos. O grupo de pesquisa deve estar associado a pelo menos uma equipe sul-americana e, obrigatoriamente, a uma francesa. Cada projeto terá duração máxima de dois anos. ?Esta é a primeira vez que faremos parte desse programa, criado pela França há dois anos, e que tem a participação de Argentina, Chile, Peru e Uruguai?, disse a coordenadora-adjunta de cooperação internacional da Capes, Fátima Bataglin, citada pelo MEC. A Capes apoiará o intercâmbio de professores e pesquisadores com, no máximo, duas missões de trabalho anuais de até 30 dias, por projeto selecionado. Os recursos para o intercâmbio de pesquisadores devem ser usados nas despesas de passagens e diárias, no deslocamento ao país da instituição parceira. Também serão concedidos recursos para até duas missões de estudo por ano, a fim de atender estudantes de doutorado engajados no projeto de pesquisa proposto.

Agencia Estado,

08 de março de 2007 | 15h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.