Candidatos fazem a 1ª fase do maior vestibular do País

Confira depoimentos em vídeo e áudio de candidatos; gabarito oficial deve ser divulgado às 19h

Marcela Spinosa, do Jornal da Tarde e Renata Cafardo, do Estadão,

25 de novembro de 2007 | 13h40

Em depoimentos à TV Estadão e à Rádio Eldorado, candidatos e pais de candidatos revelam as expectativas para a prova da Fuvest, que teve início às 13h e vai até às 18h deste domingo. À TV Estadão, uma candidata ao curso de Medicina disse que esperava uma "prova difícil", porque "prova fácil confunde" (confira o vídeo abaixo).       Em vídeo, candidatos e pais falam das expectativas 'Um jovem que pode mudar o futuro do País' Trânsito deixa vestibulando do lado de fora da prova  Estudante fala sobre a expectativa para a prova Jornalismo é o curso mais concorrido da Fuvest 2008 Cai o total de alunos da rede pública inscritos na Fuvest  Confira calendário de provas dos principais vestibulares   Falando à Eldorado, Mirian de Paula, mãe de duas candidatas, disse considerar uma "injustiça" o prazo rigoroso para o fechamento dos portões dos locais de prova - ninguém pôde entrar para realizar o exame após as 13h. "É um jovem que, se tiver a oportunidade, pode ajudar a mudar o futuro do País", disse.   Entre os barrados pelo horário estão três irmãos gêmeos que vieram de Ermelindo Matarazzo chegaram atrasados à Faculdade São Judas, na Mooca. Camila Linhares, de 18 anos, faria prova para o curso de Enfermagem; Cristóvão Linhares, para Engenharia Mecânica; e Karolina Linhares, para Engenharia Mecatrônica.   Ananda Romayne, de 18 anos, também não conseguiu entrar a tempo para fazer a prova. Ela vinha de Itaquaquecetuba e chegou depois de dez minutos do fechamento dos portões. Ananda, que é manicure, chorou muito e lamentou por não ter feito inscrição em mais nenhum lugar.    Ela disse que continuará estudando e, no próximo ano, tentará novamente uma vaga para o curso de Nutrição.   A Fuvest não tolera atrasos. A orientação para os vestibulandos era chegar cerca de uma hora antes aos locais de prova. Os portões foram abertos às 12h30.   Interdisciplinares   A Fuvest ainda é o maior vestibular do País, mas diminui a cada ano o número de inscritos e, conseqüentemente, a relação candidato-vaga. Neste ano, 140.999 jovens se inscreveram para a prova, 2 mil a menos que em 2006. O curso mais concorrido é o de Jornalismo, com cada lugar sendo disputado por quase 45 estudantes.  Este será o segundo ano em que o exame terá 10% das questões com abordagem interdisciplinar, dentre as 90 de múltipla escolha. No ano passado, alguns professores criticaram a novidade dizendo que as perguntas, no máximo, juntavam duas disciplinas. "A Fuvest aprimorou essas questões, mas elas foram avaliadas positivamente por nós", disse a pró-reitora de Graduação da USP, Selma Garrido Pimenta.    A medida faz parte do programa de inclusão da USP (Inclusp), assim como o bônus de 3% dado a alunos de escolas públicas na primeira e na segunda fases. Mesmo assim, diminuiu neste ano o número de estudantes da rede pública entre os inscritos. A queda foi de 6%, como mostrou o Estado. Especialistas acreditam que isso está ligado à criação do Programa Universidade para Todos (ProUni), do governo federal, que dá bolsas em faculdades privadas.   Em 2008, a Fuvest inicia a segunda fase do Inclusp, com o chamado vestibular seriado. A idéia é realizar provas ao fim de cada ano do ensino médio público e incorporar essas notas ao exame. A nota de corte - quantidade mínima de acertos para passar para a segunda fase - será divulgada em dezembro.    No dia 14, sai a lista oficial de aprovados na primeira fase, que farão as novas provas entre 6 e 10 de janeiro. A segunda fase tem questões dissertativas e a redação.   A relação dos aprovados será divulgada no dia 7 de fevereiro.   Estão em jogo na Fuvest 10.302 vagas na USP, 100 na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa e 150 na Academia de Polícia Militar do Barro Branco. A Fuvest deve divulgar gabarito oficial das provas a partir das 19h.   Outro vestibular   A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) também realizou vestibular neste domingo. Foi a segunda etapa de sua seleção de estudantes para 2008.   Foram aplicados exames de três disciplinas específicas, de acordo com o grupo da carreira escolhido.   O vestibular contava, inicialmente, com 47.003 candidatos, mas após a primeira prova, com índice de 7,91% de abstinência, o número foi reduzido a 43.280 vestibulandos aptos para a prova específica.

Tudo o que sabemos sobre:
fuvestvestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.