Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Candidatos da Unicamp reclamam de prova de matemática

Estudantes disseram que questões estavam difíceis, ao contrário da prova de português

Rose Mary de Souza, especial para o Estadão.edu,

15 Janeiro 2012 | 16h30

CAMPINAS - Os primeiros candidatos a deixar os locais de prova do vestibular da Unicamp neste domingo afirmam que as questões de matemática estavam difíceis, ao contrário das de português. O exame começou às 13h e terminou às 17h.

 

Hoje foi o primeiro dia da etapa discursiva do processo seletivo. Os estudantes tiveram de responder a 12 questões de língua portuguesa e literatura e a outras 12 de matemática.

 

Em literatura, caíram perguntas sobre os livros Dom Casmurro, Memórias de um Sargento de Milícias, A cidade e as Serras e Vidas Secas.

 

André Novaes, de 18 anos, fez a prova no Colégio Sagrado Coração de Jesus, no bairro Nova Campinas. Disse que não leu Dom Casmurro, mas acha que conseguiu responder à questão. "É uma obra clássica sobre a qual ouvimos falar bastante no cursinho", afirmou o estudante, que disputa uma vaga em Comunicação Social (com habilitação em Midialogia), a carreira mais concorrida da segunda fase.

 

A candidata de Gestão de Políticas Públicas Evelyn de Mello Dias, de 18, saiu de Americana para fazer a prova. Ela reclamou da dificuldade da prova de matemática. "Só tinha uma questão super fácil sobre probabilidade. As outras pediam muitas contas e atenção."

 

Lucas Leite, de 17, também viajou até Campinas para prestar o vestibular. Estudante de Indaiatuba, ele concorre a uma vaga em Tecnologia Ambiental. "Detesto matemática e acho que, por conta disso, hoje será o pior dia do exame", disse. "Escrevi umas respostas, mas sem certeza."

 

 

A segunda fase do processo seletivo continua amanhã, com as provas de ciências humanas e artes e de língua inglesa. Na terça-feira, último dia do vestibular, caem perguntas sobre as ciências da natureza.

 

Seguem na disputa 16.665 candidatos. Eles concorrem a 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp).

 

Neste ano, o vestibular da Unicamp registrou número recorde de inscrições: 61.509 candidatos.

 

Foram convocados para a segunda fase, os alunos que obtiveram nota igual ou superior a 550 pontos na primeira etapa, em número mínimo de três e máximo de oito vezes o número de vagas do curso escolhido em primeira opção.

 

Os candidatos aos cursos com provas de habilidades específicas (que ocorrem entre 23 e 26 de janeiro) deverão consultar as orientações para a realização dos exames, como locais e horários, no site da Comvest. / COLABOROU CARLOS LORDELO, DO ESTADÃO.EDU

 

* Matéria atualizada às 17h45, após o fim do exame

Mais conteúdo sobre:
Unicamp Vestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.