Brasil tem quatro universidades entre as 500 melhores

Foram cinco áreas avaliadas por mais de 15 mil acadêmicos

Estadão.edu

16 Setembro 2010 | 18h57

Quatro universidades brasileiras estão entre as top 300 nos cursos de engenharia e tecnologia. Outras três entre aparecem na lista das 200 melhores para ciências naturais. É isso o que diz o QS World University Rankings, com enfoque em cinco áreas, publicado nesta semana.

 

 As tabelas de áreas baseiam-se em uma pesquisa acadêmica realizada por 15.050 acadêmicos, inclusive 700 líderes de universidades, que são solicitados a identificar as universidades que estão produzindo a melhor pesquisa no seu campo de conhecimento e dentro da sua área de especialização.  As classificações gerais levam em conta também a reputação do empregador, força da pesquisa e compromisso internacional e de ensino.

 

A Universidade Estadual de Campinas aparece na classificação no 168° lugar em engenharia e tecnologia, seguida da Federal do Rio de Janeiro. Já a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo vem na 177° posição e a PUC fluminense também figura no terço final do ranking.

 

A USP aparece ainda na categoria de artes e humanidades, em 201° lugar, seguida pela Unicamp. Na área de Medicina a USP, campus Pinheiros, é absoluta dentre as brasileiras, no 139° posto. Em biologia a USP é novamente líder dentre as nacionais, seguida pela Unicamp e pela UFRJ. 

 

Alguns outros pontos merecem ser destacados. Oxford University superou Cambridge e Harvard em artes e humanidades. O MIT (Massachussets Institute of Tecnology) continua no topo para engenharia e tecnologia. Cambridge segue à frente em ciências naturais, e Harvard em ciências sociais e humanas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.