Brasil precisa de mais doutores em engenharia, conclui fórum

O Brasil precisa quadruplicar o número de doutores na área de engenharia, nos próximos seis anos, para expandir o desempenho industrial e empresarial. Esta foi uma das conclusões do Fórum Brafitec, que reúne pesquisadores brasileiros e franceses, em Fortaleza, segundo nota divulgada pelo Ministério da Educação. ?O número de doutores na área das engenharias é insuficiente para atender a demanda. O que formamos mal substitui as aposentadorias dos núcleos de pesquisa das universidades?, disse o presidente da Capes, Jorge Guimarães, citado pelo MEC. Em 2005, o Brasil formou 1.114 doutores em engenharias, de um total de 8.989 titulados no mesmo ano. Terá de formar pelo menos quatro mil, em 2010.Segundo Guimarães, a velocidade do desenvolvimento de empresas e indústrias de um País depende da disponibilidade de engenheiros altamente qualificados. ?Não temos falta de qualidade, mas de quantidade?, salientou. A demanda é manifestada à Capes por diversas empresas, e se estende a pessoal técnico de nível médio.

Agencia Estado,

18 de abril de 2007 | 15h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.