Boas chances de experiência remunerada no exterior

O momento é de boas oportunidades para quem quem quer tentar uma aventura remunerada no exterior. Empresas especializadas em cursos, estágios e trabalho lá fora estão recebendo inscrições para os programas de verão nos EUA, com início em julho. Há também seleção para trabalho em cruzeiros marítimos.Para participar, é preciso ser estudante universitário e ter bom conhecimento de inglês.CurrículosA Connection Line está com vagas para estágio profissional nas áreas de administração hoteleira, contabilidade, informática, webdesign e marketing, com duração de 6 a 18 meses. Os salários variam entre US$ 1.100 e US$ 1.600 mensais.A diretora da empresa, Vera Amaral, explica que os currículos são encaminhados para os empregadores nos EUA. Em caso de interesse, eles enviam o contrato e agendam uma entrevista em inglês por telefone. ?Nós orientamos o estudante durante todo o processo: obtenção de visto, passagem e seguro-saúde.?O custo do programa é de US$ 2.133 (6 meses) ou US$ 2.740 (18 meses) a ser pago depois que o estudante é convocado. Ao longo do programa, o estudante poderá ficar hospedado em casa de famílias americanas ou no alojamento providenciado pela empresa (no caso dos hotéis, por exemplo).Vera destaca a importância desse período no exterior: ?Essas pessoas têm mais facilidade de colocação no mercado. Quem vive experiência profissional fora do País volta com uma bagagem especial.?Os interessados devem mandar currículo e carta de apresentação em inglês para conline@connectionline.com.br. Mais informações pelo site www.connectionline.com.br ou pelo fone 11-3285-6691.FeiraOutra empresa, a Central de Intercâmbio, promove uma feira para juntar empregadores e candidatos. A próxima Job Fair será nos dias 14 e 30 de agosto, em São Paulo, com representantes de empresas dos Estados Unidos interessadas em estudantes para trabalhar em hotéis, lanchonetes, parques e estações de esqui.Ali o estudante encontra oportunidades de trabalho em funções que vão desde motorista a cozinheiro. Haverá uma edição da Job Fair também em Campinas, no dia 31 de agosto.Quem tiver interesse deverá se inscrever previamente na CI, pagando uma taxa de R$ 50, e fazer um teste de inglês. ?Fluência, idade até 28 anos, facilidade de comunicação e estar disposto a encarar o que vier pela frente são o perfil que os empregadores buscam?, ressalta Andréa.A CI auxilia na obtenção de visto e passagens aéreas. Os programas têm duração de dois a quatro meses, para serem realizados durante as férias, a um custo de US$ 1.140. A remuneração varia de acordo com a função.Na última Job Fair, 90% dos estudantes inscritos foram contratados. Mais informações pelo site www.ci.com.br ou pelos fones 11-3677-3600, 3171-2888 e 6671-8822.Cruzeiro marítimoA empresa MBrazil está recrutando interessados em trabalhar em navios de cruzeiro. São aproximadamente 50 vagas, para início de atuação em até dois meses, para cozinheiro, atendente de joalheria, cabeleireiro e manicure.Para todas elas, são exigidos inglês fluente e experiência comprovada de dois anos na área. ?Não é preciso escolaridade, mas boa vontade para o trabalho?, explica o diretor da MBrazil, Marcelo Toledo. O comentário procede: em navios de cruzeiro, todos trabalham sete dias por semana, nos seis ou sete meses de duração do contrato.A remuneração mensal vem em dólares. São cerca de US$ 500 (R$ 1.500) para cabeleireiros e manicures, US$ 700 (R$ 2.100) para cozinheiros e US$1.200 (R$ 3.600) para atendentes. Dentre as empresas contratantes, está a européia Crystal Cruise Line, conhecida por seus navios de luxo.Todas as empresas oferecem treinamento para seus novos funcionários. Em algumas delas, as aulas são dadas no próprio navio. Em outras, as pessoas são levadas a um navio-escola, onde aprenderão como tornar aquela montanha de metal flutuante sobre as águas um ambiente auto-suficiente.Os interessados devem ter passaporte e mandar currículo em inglês para o e-mail atendimento@passaporte.org. Aqueles com as características procuradas serão chamados para entrevistas em inglês com os empregadores (pessoalmente ou por telefone, de acordo com a empresa). Caso sejam selecionados, saem do Brasil com o contrato e o visto de trabalho no exterior regularizado.Para os cargos de cabeleireiro e manicure, a MBrazil cobra uma taxa de R$ 500, para custos com documentação e outros encargos. O valor pode ser pago em duas vezes, uma parte na inscrição e outra em até 180 dias, quando já estiver trabalhando.?Em até três meses, 80% dos inscritos já estão trabalhando?, explica Marcelo Toledo. Para cozinheiros e atendentes de joalheria, a taxa será paga pela empresa marítima contratante. Mais informações pelo fone 11-4587-8555 ou pelo site www.passaporte.org. leia também Inglês e planejamento são fundamentais

Agencia Estado,

03 de junho de 2004 | 18h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.