BID pode financiar o Universidade Aberta

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) poderá financiar os projetos do governo federal de combate ao analfabetismo e de ensino superior à distância, o Universidade Aberta. Para isso, o Ministério da Educação e o BID decidiram realizar em maio um workshop para discutir novas parcerias entre as duas instituições. A decisão resultou de reunião realizada nesta terça-feira entre o ministro da Educação, Cristovam Buarque, e a chefe da Divisão de Programas Sociais do BID, Alicia Ritchie, que está em visita oficial ao país. Após o encontro, Alicia manifestou interesse em dar continuidade ao financiamento dos projetos já existentes. "Pretendemos dinamizar os recursos destinados aos projetos que já contam com a nossa cooperação", afirmou. As informações são da Agência Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.