BID libera US$ 20 milhões para jovens em SP

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assinará neste sábado em Washington um contrato de financiamento no valor de US$ 20 milhões com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a implantação do programa "Cultura e Cidadania para Inclusão Social", conhecido como "Fábrica de Cultura".O governo paulista destinará US$ 10 milhões ao projeto, que está orçado em US$ 30 milhões. A parceria tem o objetivo de implantar espaços culturais na periferia de São Paulo para promover inclusão social e integração comunitária a 500 mil jovens, segundo informa a assessoria de imprensa do Palácio dos Bandeirantes.A verba também deverá assegurar recursos para novos centros culturais e para o reaparelhamento dos já existentes em bairros paulistanos como Cachoeirinha (zona Norte), Jardim Ângela (zona Sula) e Sapopemba (zona Leste), entre outros.

Agencia Estado,

28 de maio de 2004 | 12h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.