Beneficiário do Fies pode pedir extensão do crédito

Definida em portaria, regra vale para quem contratou o financiamento a partir de 2010

Estadão.edu, com informações da Agência Brasil e da Assessoria de Imprensa do MEC,

10 Outubro 2012 | 23h59

Estudantes atendidos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) a partir de 2010 terão até dia 31 de dezembro para pedir a extensão do prazo de utilização do contrato de crédito.

 

O período excepcional para o segundo semestre de 2012 foi definido por resolução do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) publicada nesta quarta-feira, 10, no Diário Oficial da União.

 

O aluno que por qualquer motivo não conseguiu concluir o curso entre o segundo semestre de 2010 e o primeiro semestre de 2012 poderá pedir a extensão do prazo do financiamento no Sistema Informatizado do Fies (SisFies), disponível nos portais do FNDE (www.fnde.gov.br) e do Ministério da Educação (www.mec.gov.br).

 

Nos semestres posteriores, no entanto, o pedido para dilatação deve seguir o prazo estabelecido em portaria de 5 de setembro, que prevê a extensão a partir do primeiro dia do último mês do semestre de encerramento do curso até o último dia do trimestre posterior.

 

Após a solicitação no sistema, o pedido precisa ser validado pela Comissão Permanente de Supervisão e Avaliação (CPSA) da instituição de ensino superior em até cinco dias e, em seguida, o estudante deve efetuar a renovação do financiamento para o semestre dilatado.

 

O prazo de utilização do financiamento do Fies pode ser dilatado por até dois semestres consecutivos. Para cada semestre a ser dilatado, o aluno deve fazer a solicitação no SisFies.

 

Recorde

 

A Caixa Econômica Federal registrou recorde no saldo de contratação do Fies, alcançando volume de R$ 30 bilhões na carteira ativa em agosto. Segundo o banco, ao todo, mais de 746 mil estudantes são atendidos com o crédito para o ensino superior na carteira da Caixa.

 

Somente em 2012 a Caixa liberou R$ 6,5 bilhões em crédito para 157 mil estudantes. O total, registrado até agosto, representa um crescimento de 107% no número de contratos em relação ao mesmo período de 2011.

 

O estudante pode financiar até 100% do valor da graduação e, enquanto estiver cursando a faculdade, não pagará as mensalidades. A taxa de juros do Fies é 3,4% ao ano e o prazo de carência é de 18 meses. O pagamento pode ser feito em até três vezes o período financiado mais 12 meses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.