Avaliação de escolas deve incluir pesquisa com pais

O pacote de medidas pela qualidade no ensino público, em estudo pelo Ministério da Educação, inclui a realização de pesquisa com pais dealunos para saber o que pensam sobre o funcionamento das escolas e o ensino oferecido aos filhos.A primeira pesquisa seria realizada em outubro, mas a partir de 2005, poderia ser aplicada no primeiro semestre, segundo o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Eliezer Pacheco.Ele informou que os dados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) de 2003 revelaram uma pequena melhora no desempenho em português e uma estagnação em matemática. ?Temos que aprofundar a avaliação para saber onde precisamos melhorar?, disse.Saeb anualO pacote prevê também a aplicação anual do Saeb, hoje feita de dois em dois anos. A idéia avaliar todas as escolas do País, anualmente, testando por amostragem os alunos de 4.ª e 8.ª série e 3.º ano do ensino médio. Atualmente o teste é aplicado a cada dois anos, nessas mesmas séries, por amostragem tanto de estudantes quanto de escolas. As disciplinas avaliadas são português e matemática.Se o presidente Luiz Inácio Lula da Silva der o sinal verde, o novo Saeb sairá do papel em novembro ? faltando definir apenas se abrangeria o 3.º ano do ensino médio.Governadores e prefeitosO ministro Tarso Genro está para apresentar as propostas do pacote ao presidente, na quarta-feira. Ele vai sugerir que Lula reúna em maio todos os governadores e prefeitos de capitais para dar início a uma mobilização nacional pela melhoria do ensino público.A mobilização é indispensável porque são os Estados e municípios que controlam as redes públicas de pré-escola ao ensino médio.Alarmado com o fato de que cerca de metade dos alunos brasileiros concluem a 4.ª série sem compreender o que lêem, Lula cobrou medidas para melhorar a qualidade da educação básica. Chegou inclusive a sugerir a realização de avaliações semestrais.EscalaO que o MEC vai levar ao Palácio do Planalto, no entanto, é um pouco diferente. ?Fazer um Saeb semestral é quase impossível por questão de custo e de logística?, diz Pacheco.A universalização de escolas implica um aumento significativo de escala: no ano passado, foram submetidos ao teste estudantes de 6.270 estabelecimentos de ensino fundamental. No País, há 149.968 escolas públicas desse nível de ensino.O ministério vai investir também na formação de diretores e gestores escolares, com a realização de um curso piloto em outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.