Aumenta a abstenção no vestibular Unesp em Campinas

Em Campinas, a 100 quilômetros de São Paulo, o vestibular 2007 da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), registrou abstenção de 1.240 estudantes. De acordo com o coordenador do vestibular para as 12 escolas da cidades que receberam 6.421 inscrições, Benedicto Maurício Bueno, a abstenção deste ano, apesar de ser 2% maior que a do ano passado, permaneceu estabilizada em seu nível histórico de ausência. Segundo o coordenador, o vestibular em Campinas foi muito tranqüilo. "Não recebemos nenhuma queixa ou pedido de alunos atrasados", afirmou.Entre os estudantes a prova de conhecimentos gerais, composta de 84 questões de múltipla escolha, nas disciplinas de biologia, física, geografia, história, língua estrangeira (inglês ou francês), matemática e química foi considerada fácil ou complexa de acordo com os conhecimentos de cada vestibulando. "As questões de humanas estavam mais fáceis. Já as questões de geografia, matemática e física estavam mais difíceis", disse a adolescente Tatiane Vicenzoti, de 17 anos, que prestou para Relações Exteriores.Tentando uma vaga para o curso de psicologia, a baiana Thabata Casiro, também de 17 anos, considerou a prova de múltipla escolha de bom nível mas com algumas "pegadinhas" entre as questões. "De qualquer forma gostei das questões de matemática, mas estavam mais difíceis as questões de geografia e história", observou a estudante.Para os estudantes, a prova desta segunda-feira, de conhecimentos específicos, com 25 questões dissertativas, deve ser mais complicada de resolver já que envolve textos e não a escolha de uma alternativa, como aconteceu neste domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.