Aumenta a abstenção no vestibular da Unesp

Pouco mais de 9.700 candidatos participaram nesta segunda-feira do segundo dia do vestibular da Universidade Estadual Paulista (Unesp). A abstenção aumentou, com relação a domingo, para 5,7%. Os exames da Unesp acabam nesta terça-feira, com as questões discursivas de português e a redação.Nesta segunda foi a vez das questões específicas, de acordo com o curso escolhido pelo candidato. A prova de História, segundo o professor do Curso e Colégio Objetivo Francisco Alves da Silva, "ultrapassava os limites do conhecimento dos alunos de ensino médio". Além de difícil, as questões foram concentradas em alguns períodos da História, como o contemporâneo.Já as perguntas de Física foram consideradas bem distribuídas, conforme o conteúdo exigido. "Havia apenas números difíceis de serem trabalhados, cujos cálculos davam resultados não exatos ou grandes demais", disse o professor Newton Villas Boas, lembrando que os vestibulandos não podem usar calculadoras.Não houve problemas na prova de Biologia nem na de Matemática, segundo os professores do Objetivo. "As questões falavam de assuntos atuais, como ciclone e China", disse a professora de Geografia Vera Lúcia da Costa Antunes. Na prova de Química, segundo Antonio Mario Salles, havia erros em duas questões (13 e 15 do exame para candidatos da área de biológicas).As provas desta terça começam, mais uma vez, às 14h00, mas os vestibulandos devem chegar uma hora antes. Os resultados do vestibular da Unesp sairão no dia 24. As matrículas vão ser realizadas nos dias 28 e 29.confira as provas resolvidas - humanas - biológicas - exatas

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.