Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

Aulas no colégio Santa Cruz continuam suspensas após forte temporal

Escola próxima ao Rio Pinheiros ficou alagada na segunda-feira, 10

da redação, O Estado de S.Paulo

11 de fevereiro de 2020 | 18h32

SÃO PAULO - O colégio de elite Santa Cruz, no Alto de Pinheiros, informou que continua com as aulas suspensas até essa quarta-feira, 12, para concluir a limpeza depois de ter ficado alagado  com a forte chuva que atingiu São Paulo. Outras escolas particulares e mais de 80 escolas da rede pública (estadual e municipal) também enfrentaram problemas por causa do temporal e tiveram que suspender as atividades escolares

Em nota enviada aos pais, a direção do Santa Cruz informou que está "seguindo as recomendações feitas por especialistas da área sanitária" para retomar as atividades com "toda segurança". As atividades regulares para todas as séries estão programadas para serem retomadas na quinta-feira, 13.

O Santa Cruz fica numa das regiões mais nobres de São Paulo na zona oeste. O colégio amanheceu na segunda-feira, 10, com o seu piso térreo completamente alagado. A água subiu cerca de um metro e tomou bancos, mesas e uma biblioteca que tinha acabado de ser finalizada – mas estava sem livros. O alagamento aconteceu por volta das 5 horas da manhã e os pais receberam mensagens da escola logo cedo para não levar os alunos.

A região fica perto do Rio Pinheiros e já sofreu outras enchentes, a última em 2013. Mas, segundo pais e funcionários, a dificuldade dessa vez é que a água está demorando a baixar. Segundo a direção, a razão do alagamento foram “fortes chuvas que provocaram o transbordamento do rio, aliadas à dificuldade de escoamento da água na região”.

O colégio fica perto do Rio Pinheiros, atende 3200 alunos do ensino infantil ao médio, com mensalidades que entre R$ 4 mil e R$ 5 mil. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.