Até agora, só 34 prefeitos foram punidos

De acordo com o Ministério Público (MP), parte da pilhagem do Fundef é destinada ao caixa dois de campanhas eleitorais e outra vai para o patrimônio pessoal dos fraudadores. Até agora, apenas 34 prefeitos foram presos, cassados ou respondem a processo de cassação por conta dos desvios.O prefeito de Formoso do Rio Preto (BA), Pedro Guedes Filho, pode ser o próximo da lista. O Ministério Público notou na prestação de contas do município que, em apenas quatro meses, foram usados R$ 368,9 mil na reforma de cinco escolas rurais. As escolas do município são pequenos módulos de 50 metros quadrados, que custam em torno de R$ 10 mil cada.Uma inspeção constatou que as reformas não foram feitas e apenas uma fração do valor declarado foi aplicada na melhoria das instalações. Em contrapartida, o valor de algumas faturas anexadas ao processo coincide com os pagamentos de material de campanha do sobrinho do prefeito. Procurado na prefeitura e em sua residência, Guedes não foi localizado nem retornou as ligações.Ameaças e morteA investigação comprovou que as fraudes ocorrem no município há mais de três anos. ?Quem faz um cesto faz um cento?, afirma o procurador da República Luiz Francisco de Souza, autor da denúncia. Diante das evidências de fraude, a CGU abriu auditoria especial para investigar. A investigação recebeu o carimbo de prioridade porque o autor das denúncias, um vereador, está ameaçado de morte.Ameaças de morte não são raras e, às vezes, são consumadas. No município de Satuba (AL), o professor Paulo Bandeira, de 42 anos, foi torturado e, depois de morto, teve o corpo esquartejado. Ele denunciou desvio de verbas do Fundef pela prefeitura, no início de 2003. O prefeito Adalberon de Moraes foi indiciado como mandante do crime e preso. leia também Só R$ 1 em cada R$ 4 do Fundef é aplicado corretamente Bahia e Tocantins disputam liderança de fraudes Conselhos viciados não fiscalizam prefeituras MP, CGU, tribunais de contas e Câmara fazem investigações Como deve ser aplicado o Fundef

Agencia Estado,

12 de abril de 2004 | 13h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.