Associação de reitores diz estar 'confiante' no Enem

Em nota, Andifes afirma que exame avança 'no seu processo de consolidação e aperfeiçoamento'

Agência Brasil

10 de novembro de 2010 | 17h28

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) divulgou nota nesta quarta-feira afirmando que mantém a confiança no Enem. O exame foi suspenso pela Justiça Federal no Ceará, após erros de impressão nas provas e folhas de respostas que prejudicaram alguns candidatos.

 

Para a entidade, o exame “seguirá avançando no seu processo de consolidação e aperfeiçoamento, para que se afirme como instrumento de acesso às nossas instituições e de balizamento para o ensino fundamental e médio”.

 

Os reitores dizem ter “toda expectativa” de que os problemas ocorridos na edição de 2010 serão “adequadamente resolvidos, sem prejuízo para o processo de seleção em andamento” e que as responsabilidades serão “devidamente apuradas”.

 

Pelo menos 83 instituições públicas de ensino superior – entre universidades federais, estaduais e institutos federais – vão utilizar o exame em seus processos seletivos para o primeiro semestre de 2011.

 

Caso a prova tenha que ser refeita para todos alunos, como recomendou a Justiça Federal, haverá atraso na divulgação dos resultados e, consequentemente, no início do semestre letivo das universidades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.