Assaltado a caminho da prova, estudante é barrado do Enem em SP

Assaltado a menos de uma quadra do local onde faria a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), um jovem foi impedido de entrar na sala e corre o risco de ser eliminado do processo, cujo resultado pode valer uma vaga em uma das 83 universidades públicas que aderiram ao exame, bem como no Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas de estudo em faculdades privadas.

Agência Brasil

06 Novembro 2010 | 19h33

 

Segundo a soldado Débora Viviane, que atendeu à ocorrência, o jovem foi assaltado ao sair da estação Barra Funda do metrô, praticamente na frente do campus da Universidade Nove de Julho (Uninove), na zona oeste da capital paulista. Acionada pelo estudante, a policial militar o acompanhou até a universidade a fim de conversar com os responsáveis pela aplicação da prova e atestar a veracidade da história.

 

"Levaram todos os documentos dele, menos um do Metrô, que tinha a foto. Mesmo assim não o autorizaram a fazer a prova porque ele não estava com o RG [carteira de identidade], mas o orientaram a registrar um boletim de ocorrência ainda hoje, fazer a segunda prova, amanhã [7], e entrar com um recurso para tentar fazer depois a prova que ele perdeu. Ele nos disse que faria isso", contou a soldado. Por não poder ingressar no local de prova, a reportagem não conseguiu ouvir o estudante que, segundo Débora, deixou a universidade muito aborrecido.

 

Pelas regras do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), todo candidato deve apresentar, no dia da prova, um documento de identificação original e o cartão de confirmação da inscrição no Enem.

 

São aceitos como documentos a carteira de identidade, identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes reconhecidos por lei, a Carteira de Trabalho e Previdência Social, passaporte, além da Carteira Nacional de Habilitação. No caso de estrangeiros, é obrigatório documento de identidade expedido pelo Ministério das Relações Exteriores. Além disso, os candidatos são avisados de que não farão a prova aqueles cujo documento não permita a completa identificação.

Mais conteúdo sobre:
Enem 2010

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.