Divulgação
Divulgação

Após greve, UFRJ terá reposição de aulas a partir de segunda-feira

Nesta semana, estudantes também estabeleceram o fim da paralisação; servidores técnico-administrativos seguem parados

Carina Bacelar, O Estado de S. Paulo

11 Setembro 2015 | 09h57

RIO - O Conselho Universitário (Consuni) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) fixou para a próxima segunda-feira, 14, a data para início da reposição de conteúdos do primeiro semestre letivo da instituição, que está em greve desde junho.

Após o fim da paralisação de professores da universidade, nesta semana foi a vez dos alunos, após votação em assembleia, declararem o fim da greve de sua categoria. 

De acordo com o Consuni, o prazo para a reposição de aulas será estendido até o dia 17 de outubro de 2015. Em nota, a Pró-Reitoria de Graduação da UFRJ informou que alguns cursos podem precisar de menos tempo de reposição, e cada faculdade deverá avaliar suas necessidades internamente. 

Já os servidores de funções técnico-administrativas da universidade permanecem em greve. Na última terça-feira, 8, eles aprovaram em assembleia a continuidade do movimento. Nesta quinta-feira, 10, fizeram uma manifestação na Urca, zona sul do Rio, bairro que abriga um câmpus da UFRJ.  

Mais conteúdo sobre:
UFRJ Greve Professores

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.