Após fraude, prova da OAB-SP tem forte esquema de segurança

Primeira fase do exame foi cancelada em dezembro depois de denúncias sobre o vazamento de questões

Barbara Souza, do Jornal da Tarde,

27 de janeiro de 2008 | 15h42

Com um esquema de segurança diferenciado, o exame número 134 da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo (OAB-SP) começou com quase 30 minutos de atraso, por volta das 8h30 deste domingo. O problema ocorreu porque vários candidatos erraram os locais da prova. Segundo a assessoria de imprensa da OAB e alunos ouvidos pelo JT, esses candidatos não observaram, no novo edital de convocação, que, em alguns casos, houve mudanças nos locais de prova. A assessoria contou pelo menos 30 pessoas que foram ao local divulgado anteriormente, mas que mudou para essa prova. Candidatos que perderam o exame por conta disso, poderão recorrer.  O exame, que inicialmente marcado para o dia 9 de dezembro do ano passado, foi cancelado por vazamento de questões. Por precaução, para o exame aplicado neste domingo, foi montando um forte esquema de segurança para evitar novas fraudes. Os candidatos foram proibidos de fazer a prova com equipamentos eletrônicos, como celulares e palmtops, e tiveram que tirar os relógios. Quem precisou ir ao banheiro durante a prova, teve que passar pelo detector de metais na ida e na volta. Além disso, os alunos não puderam usar lápis, lapiseira e borracha. Caneta, só esferográfica preta, com material transparente. Enquanto o gabarito da prova deverá ser divulgado até terça-feira, 29, no site da OAB-SP , os resultados devem sair só no dia 6 de fevereiro, a partir das 18h. A 2ª fase do exame está marcada para o dia 9 de março. Para recorrer, o candidato terá de utilizar o Sistema Eletrônico de Interposição de Recurso, no site da OAB-SP e seguir as instruções, imprimindo e protocolando o recurso na sede da Seccional (capital) ou Subsecções (Grande São Paulo e Interior ) três dias a partir da divulgação do resultado da primeira fase. Texto ampliado às 16h12 para acréscimo de informações.

Tudo o que sabemos sobre:
OAB-SPexame da OAB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.