Diego Herculano / ESTADÃO
Diego Herculano / ESTADÃO

Aplauda um professor: campanha homenageia o trabalho dos professores durante a pandemia

Uma salva de palmas nacional está programada para valorizar a educação e a atuação dos educadores em meio à pandemia

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2020 | 12h00

Para  homenagear o trabalho realizado pelos educadores em meio aos desafios da pandemia, a campanha #AplaudaUmProfessor convoca uma salva de palmas nacional, aos professores e às professoras do nosso país. O 'aplausaço' está marcado para esta sexta-feira, 31, às 20h, quando será convocada uma salva de palmas para valorizar a educação e a atuação dos educadores durante esse período de pandemia. A iniciativa é de 10 organizações da sociedade civil, entre elas o Todos Pela Educação e a Fundação Roberto Marinho

Também foi lançada nas redes sociais a hashtahg #AplaudaUmProfessor, em que as entidades convidam todos a gravarem vídeos e postarem, com homenagem ao professor ou à professora que tenha deixado uma marca positiva em sua trajetória. 

Segundo pesquisas da Fundação Lemann e do Conjuve, em parceria com Em Movimento, Fundação Roberto Marinho, Mapa Educação, Porvir, Rede Conhecimento Social, Unesco e Visão Mundial, cerca de 54% dos mais de mil pais ou responsáveis entrevistados acreditam que as crianças e os jovens seguem motivados, apesar da pandemia. No entanto, 70% dos estudantes dizem estar estressados e ansiosos. 

O ato, marcado para hoje, pretende homenagear todos os profissionais da educação pelo trabalho desenvolvido neste período de isolamento. "Diante das desigualdades e disparidades do nosso País, vocês têm arregaçado as mangas. E se virado como podem. Há muito trabalho pela frente, que envolve também toda a comunidade escolar, da merendeira ao inspetor, do porteiro à coordenadora. Esse é um desafio coletivo. Agora, é nossa vez de dizer a todos vocês: muito obrigado", diz um trecho do manifesto, direcionado aos docentes.

Para participar da campanha #AplaudaUmProfessor vale também gravar vídeos e compartilhar nas redes sociais com a hashtag #AplaudaUmProfessor. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.