Anna Cintra diz que trabalhou 'ao longo de toda a semana'

Em e-mail enviado à comunidade acadêmica, professora da PUC-SP cita nota que reforça seu nome como 'reitora empossada e nomeada regularmente'

Carlos Lordelo, do Estadão.edu,

14 Dezembro 2012 | 18h51

Em e-mail enviado a alunos, professores e funcionários, a reitora da PUC-SP, Anna Cintra, diz que participou de uma série de reuniões nesta semana e citou nota da Fundação São Paulo - mantenedora da universidade - para reforçar seu nome enquanto "reitora empossada e nomeada regularmente".

 

Na quarta-feira, o Conselho Universitário (Consun) suspendeu a validade da lista tríplice de indicados à reitoria, o que em tese invalidaria a escolha de Anna Cintra para o cargo. Mas o grão-chanceler da universidade, o cardeal d. Odilo Scherer, desconsiderou a decisão e confirmou, mais uma vez, Anna Cintra como reitora da instituição.

 

Um dia antes, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) havia concedido liminar ao centro acadêmico dos alunos de Direito no qual garantia a realização do Consun.

 

A escolha de Anna Cintra para a reitoria abriu uma crise na PUC-SP. Ela foi a menos votada na eleição da qual participaram alunos, professores e funcionários. Mesmo em último lugar na lista tríplice, ela foi selecionada para o cargo por d. Odilo em 12 de novembro. No dia seguinte, estudantes entraram em greve. Professores também cruzaram os braços - só suspenderam a paralisação na quarta-feira.

 

Na mensagem para a comunidade acadêmica, Anna Cintra diz que, "ao longo de toda a semana", ela e sua equipe estiveram envolvidas em "atividades de gestão da universidade", que incluíram uma visita a Brasília, para discutir o projeto de lei que cria o Instituto Nacional de Supervisão e Regulação do Ensino Superior, e reuniões internas com diretores de faculdades, chefias administrativas e pró-reitores.

 

"Reiteramos nossa disposição em gerir a universidade com o espírito colaborativo, a excelência e o respeito que sempre nortearam a história da PUC-SP", diz o último parágrafo do e-mail.

Mais conteúdo sobre:
PUC-SPEnsino superior

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.